Não pode dar bobeira!

Numa bela manhã ensolarada em uma praia qualquer, eu me acomodei confortavelmente sob um guarda-sol e retomei a leitura do meu Kindle.

Minutos depois, senti cheiro de fumaça de cigarro. Vinha de um quiosque poucos metros a frente onde estava um jovem casal. Os dois fumavam.

Um cigarro. Outro cigarro. E outro. E mais outro.

Até aí, tudo bem. Eu não me incomodo com isso. Mas a coisa ficou interessante mesmo quando a mocinha tirou da bolsa de praia um protetor solar e passou no corpo todo, demoradamente. Logo após foi a vez do rapaz. Por fim, um aplicou o protetor nas costas do outro. Pareciam satisfeitos.

Guardando o frasco na bolsa, ela diz: “Não pode dar bobeira pro câncer de pele.”

Outro cigarro. E outro. E mais outro…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *