Depois de quanto tempo posso visitar um recém nascido?

Há algumas regras básicas de etiqueta nesses casos.

Ignore-as.

Eu sugiro que você passe a se orientar pelas dicas a seguir. É mais seguro.

Nunca visite um bebê na maternidade. Vá somente se for o pai. E mesmo assim, certifique-se de que a mãe quer você por perto. A presença da avó materna também está liberada, mas só quando puder ser realmente útil. Afinal, não é porque é avó que a pessoa presta para alguma coisa.

Quando mãe e bebê forem para casa, nos primeiros 7 dias só devem estar por perto o pai da criança e os avós que forem vivos. Nada de tios ou primos por enquanto. E daí que você é irmão da mãe? E daí que você é irmã do pai? Não importa se vai batizar ou ajudou a escolher o nominho. Se não deu o enxoval completo de presente ou pagou pelo parto, deixe-os em paz. Se não contribuiu até aqui, não é agora que eles vão precisar de você. Fique fora.

Do oitavo dia em diante, acesso liberado para todos os tios e primos. A coisa começa a fugir um pouco do controle, mas fazer o quê? Esse povo precisa segurar a criança e postar fotos nas redes sociais…

Agora falemos um pouco dos amigos íntimos. Primeiramente, vamos à definição. Segundo a empresária e jornalista Glória Kalil, amigo íntimo é aquele que já tomou café-da-manhã na sua casa. Esses podem visitar o bebê após 30 dias. Um mês é tempo suficiente para todo mundo se adaptar à chegada da criança e começar a receber gente de fora da família. Além do mais, o nenê já estará mais bonitinho e as visitas não precisarão mentir tanto quando disserem “Que belezinha”.

Caso você não se encaixe em nenhuma das categorias mencionadas até aqui, fique tranquilo. Existe um dia especial para você conhecer a criança e festejar com os pais, avós, tios, primos e amigos íntimos. Estou falando do aniversário de 1 aninho. Trata-se de um momento mágico. Você vai gostar…

… se for convidado, é claro.

Leve um presente. É o que manda a etiqueta.

Se não lhe convidarem, repense alguns aspectos da sua vida.

Paz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *